Bolsa sobe com investigação de Lula

Semana passada a Bolsa de Valores teve uma alta valorização por causa da investigação do ex-presidente (e atual presidente do PT – Partido dos Trabalhadores) Luís Inácio Lula da Silva (Lula). Caso você não tenha entendido o motivo da queda do dólar e do aumento do índice Bovespa, principalmente em relação às empresas estatais de capital aberto, iremos explicar agora:

Motivos

  1. Se Lula for preso, não poderá concorrer à presidência em 2018
  2. O PT cairá em descrédito total, afinal seu presidente e sua figura principal foi desmascarada
  3. Muito provavelmente as eleições de 2018 sejam ganhas por um partido de direita
  4. O mercado financeiro gosta de partidos de direita e abomina partidos de esquerda

Precisa explicar mais? Caso tenha alguma dúvida de que o mercado prefere políticos de direita, veja o que aconteceu nas eleições de 2014 quando Aécio Neves foi para o segundo turno junto com Dilma. O esperado pelas pesquisas era que Aécio não chegasse ao segundo turno, porém com o resultado a bolsa se ouriçou toda com a possibilidade do PSDB voltar ao comando do país.

Depois veja o que aconteceu com os resultados de cada pesquisa eleitoral entre Dilma e Aécio. Sempre que Dilma aumentava as intenções de voto a bolsa caía. E sempre que Aécio aumentava as chances de vencer a Bolsa subia. Depois do resultado final, a bolsa abriu em forte queda com a vitória de Dilma.

Entendido isso, fica fácil observar que a prisão de Lula é motivo de sobra para o mercado ficar agitado e otimista. Porém, se você quer investir nesse cenário, fique atento! Afinal, caso essa investigação não consiga incriminar Lula o mercado voltará a cair e entregará toda essa alta. O recomendado nesse momento é aguardar.